domingo, 16 de setembro de 2007

Chatices

Cara... poucas coisas me irritam mais do que pessoas que só tem um assunto. O desconhecimento do mundo é como uma epidemia e isso é triste.



Não, Zuzu, eu não tô falando de alguém que está empolgado com alguma coisa e só consegue falar sobre dita coisa... Mesmo que até tal empolgação deva ter um limite.



O problema são as pessoas que SÓ falam sobre um certo tema... SÓ escutam um certo tipo de música... SÓ vão a um determinado lugar... e que tem pavor de qualquer coisa que seja novo.
Pessoas assim são monótonas - essa é a palavra. Elas nunca vão te surpreender, elas nunca vão te ensinar algo novo, elas nunca vão entender como é que tem gente que gosta de ir a lugares só porque estão a fim, conseguem sair de certo tema porque estão cansados até mesmo daquilo que "a-d-o-r-a-m", são capazes de escutar uma música que não tem nada a ver com o que comanda o seu Mp3 player e, no final das contas, ainda gostar do que estão ouvindo.



Assim como me enverva ao extremo pessoas que repetem e repetem as mesmas histórias milhares de vezes - acho que o fazem porque nunca acontece muita coisa interessante com elas... então... têm que repetir milhões e milhões de vezes quando acontece... Quase uma auto-afirmação... sei lá... e cada vez que conta, aumentam um ponto... Eu não dou trela..... quando vejo que a ladainha vai recomeçar mando logo um "você já me contou isso".



Sei que não sou um exemplo de paciência... O problema é que falta o semancol em certos seres... Até eu que adoro falar sei que há momentos que há que se calar.



Mas vai tentar explicar isso para uma (grande) parcela da humanidade...



Não rola não, Zuzu... não rola mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário