sexta-feira, 2 de abril de 2010

Pois é

Daí que eu resolvi que 2010 será o ano no qual nada me estressará.

E a minha TV resolveu ir pro saco. Mas não, eu não vou me estressar. Já tinha aceitado tão bem o fato que comecei a procurar uma de LCD que pudesse ser paga com um dos meus salários. Encontrei a TV e ninguém poderia reclamar pelo o fato - de eu estar comprando algo desnecessário, né? Porque a minha tv pifou e por que eu compraria uma ultrapassada? Compro uma LCD logo, ora bolas.

E eu já estava tão feliz com o acontecimento... Que a minha TV antiga resolveu ressuscitar. Pois é. Ela nem fazia piu e quando eu disse já pro lixo, voltou a vida. 

Então tá, né. 

E você sabe, Zuzu, que bateram no meu carro, né? Pois é, bateram. E, claaaaarooooo que tinha que ser um carinha sem um puto no bolso. Não, ele ainda não me pagou absolutamente nada e eu tô andando com o pseudo-carro com a bunda torta mesmo. Porque a vida é assim e nada vai me estressar. 

Só que em um dos trabalhos tem um quebra-molas ao contrário. Sabe como é que é? Em vez de ser uma saliência, é um buraco. E ser um buraco é mil vezes pior. Tem que passar com um cuidado absurdo. Cuidado este que eu, como boa sagitariana canhota, não tenho capacidade de ter. 
Resultado?

Fudi o peito de aço do carro. Quebrou alguma coisa na porra e agora o carro tá fazendo barulho de carro velho de pobre. Uma graça.

Mas eu não vou me estressar em 2010! Não vou, não vou e não vou!

Mas não se esqueça que Murphy é o cara.

Dia desses deixei o carro perto do prédio que está pintando. E ventou. E a-d-i-v-i-n-h-a onde foram parar vários respingos de tinta branca? Sim, claro, é óbvio! Sobre o pseudo-carro... Que é que cor mesmo, hein? Hein? Claaaaarooooo que é PRETO!

Tá uma coisa linda.
Tão personalizado, uma fofura!

Um senhor passou e olhou com cara de espanto:
- O que foi que aconteceu, minha filha?
- Ai, moço, nem sei. Ao que tudo indica meu carro precisa de uma sessão de descarrego, tadinho. Nada disso é culpa minha, eu juro!

Eu tô até pensando nisso, sabe? Fazer um adesivo dizendo "A aparência externa desse carro não é culpa de sua condutora."

Mas, como disse, não me estresso mais. Nada me estressa. E eu abstraí. Meu pai tentou dar um jeito no carro. Melhorou o lado e a bunda eu não faço muita questão dele melhorar mesmo, já que vou ter que trocar tudo.

Então, tudo bem.

Só que, esta semana, deixei o carro onde sempre deixo e fui fazer tudo o que tinha que fazer e quando volto.... 

Bizarro.

No capô do carro haviam jogado algo muito parecido com vômito de criança. Ou algo do gênero. Uma quantidade assustadora. 

Pois é.
Agora eu tenho um carro de bunda torta, com pintinhas brancas e capô vomitado.

Mas não vou me estressar.
Nem um pouco.

9 comentários:

  1. Nossa sacanagem com seu carro hein, acho melhor vc mudar o mantra pq nao ta trazendo sorte rs mas se bem que podia ser pior ne? Podia? rs
    Bjo adorei teu blog!

    ResponderExcluir
  2. Murphy rocks!
    Murphy sucks!
    Murphy FUCKS!

    Fuck off, Murphy! Fuck off! LOL

    ResponderExcluir
  3. Acho melhor você esquecer que não vai se estressar, Enxaqueca!
    Porque, quando você lembra...dá nisso!!!
    Bjoooo!!

    ResponderExcluir
  4. eu poderia te contar tudo que me aconteceu até agora nesse ano maldito de 2010. a menor delas foi terem batido no meu carro novo, recem saído da concessionária. mas eu tb resolvi não me estressar mais. não adianta mesmo. vamos contornando e resolvendo os problemas da melhor forma possível. e seja o que Deus quiser.
    beijo.

    ResponderExcluir
  5. Volto aqui pra ler depois, pq minhas costelas dóem. Miss Surpresinha está fodendo meu corpo.

    ResponderExcluir
  6. Caramba qdo sr Murphy resolve se manifestar melhor chamar o Pe Quevedo pra exorcizar..
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  7. Murphy, definitivamente é o cara, e principalmente, nosso amante, amiga!!! Vários comentários em um só: aluno é tudo igual, não???
    E sim tb, amo 6as feiras!

    ResponderExcluir